Senhoras da nossa idade

Um blogue quadrangulado entre Lisboa, Coimbra, Porto e S. Paulo

I got 25 bucks and a cracker, do you think it’s enough to get us there?

2 comentários

Querida Mariana,

por estes dias, enquanto andamos às voltas com um orçamento de Estado que queremos-mas-não-queriamos ver aprovado, saem notícias pouco animadoras acerca da saúde ética do nosso país, entre muitos outros. Às vezes parece um beco sem saída, este Portugal. Não é de agora, não, não:

«E eu pergunto aos economistas políticos, aos moralistas, se já calcularam o número de indivíduos que é forçoso condenar à miséria, ao trabalho desproporcionado, à desmoralização, à infâmia, à ignorância crapulosa, à desgraça invencível, à penúria absoluta, para produzir um rico.» Almeida Garrett, Viagens na Minha Terra, 1846.

É por isso que, quando assistimos a uma mudança de paradigma, parece que, de repente, o beco desemboca num campo fértil, imenso, a céu aberto:

Parece tão simples, não é? E todas as grandes respostas o são. É preciso livrarmo-nos da informação em excesso (apanágio da nossa era) para conseguirmos ver a raiz do problema. Seja ele qual for. E atacar o problema aí. Já Muhammad Yunus, com o seu admiravelmente simples e eficaz microcrédito, que ele acredita ser particularmente bem empregue nas mãos das mulheres, nos havia ensinado esta lição. Simples.

Eu tento sempre extrair lições de vida destes exemplos, que parecem não ter aplicabilidade na nossa vida urbana e envolta em camadas e camadas de complicações, mas têm, têm sempre. Há que simplificar. Precisar de menos. Para começar qualquer coisa, para construir qualquer coisa, não é preciso ter tudo logo à partida. Muitas vezes, uma boa ideia e uma boa companhia são mais que suficientes. A semente certa no solo certo. Confiança qb… e florescerá.

Deixo-te com a responsável por também eu ter tentado algumas vezes, sem grande sucesso, ser ruiva…😀

Autor: Mariana

"What would you do if you knew you couldn't fail?"

2 thoughts on “I got 25 bucks and a cracker, do you think it’s enough to get us there?

  1. Martinha, I love Her!!! Mas um pouco auto-destrutiva, não achas?

  2. Como todas as Divas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s