Senhoras da nossa idade

Um blogue quadrangulado entre Lisboa, Coimbra, Porto e S. Paulo

Os amantes e as palavras

2 comentários

 

Os amantes e as palavras

 

Duras

Paris: grafitti da artista miss tic na rue Saint Banoît, morada de Marguerite Duras

 

Minhas queridas amigas,

sem querer invadir o território da Céu, tenho que admitir que o meu post de hoje nasceu da notícia da inauguração de uma nova livraria em Lisboa, a Ler Devagar com Amor.

Uma nova livraria é sempre motivo de celebração neste blogue. Esta tem a particularidade de se dedicar exclusivamente à literatura erótica. Numa época profundamente subjugada pela imagem, instala-se no Cais do Sodré como um farol para navegantes à deriva. Não temais, ó Deuses do amor e do desejo: a palavra não está morta.

É de palavras que se constroem as minhas principais referências, os pontos cardeias da minha bússula existencial.  Cresci a procurar coordenadas nas palavras dos outros, na esperança de poder vir um dia a desenhar-me por palavras próprias..

Hoje recordo algumas das leituras que mais me marcaram quando me preocupava em compreender as questões do amor e do desejo. Procurei reunir os livros para as transcrições corretas e percebi que me chegaram quase todos às mãos em 1992. O ano da curiosidade?

 

. “Não havia que atrair o desejo. Ele estava naquela que o provocava ou não existia. Estava lá desde o primeiro olhar ou então nunca existira. Era a inteligência imediata da relação de sexualidade ou então não era nada. Isso soube-o eu antes da experiência.” Marguerite Duras, O Amante

– “Lembra-te que tudo é bem até ser mal. Darás conta quando for mal.” Ernest Hemingway, O Jardim do Paraíso

– “Amar também é bom: porque o amor é difícil. O amor de duas criaturas humanas talvez seja a tarefa mais difícil que nos foi imposta, a maior e última prova, a obra para a qual todas as outras são apenas uma preparação.” Rainer Maria Rilke, Cartas a um Jovem Poeta

. “– Cruzo-me, ao longo da minha vida, com milhares de corpos; desses milhares posso desejar umas centenas; mas, dessas centenas, não amo senão um. O outro por quem estou apaixonado mostra-me a especialidade do meu desejo.” Roland Barthes, Fragmentos de um Discurso Amoroso 

. “– A mim parece-me que os nossos dois corpos têm muita importância um para o outro. – Eu acho que as nossas palavras têm tanta ou mais importância do que eles.” António Alçada Baptista, Os Nós e os Laços

 . “Há duas maneiras de chegar a mim: através de beijos ou através da imaginação. Mas há uma hierarquia: só os beijos não funcionam.” Anaïs Nin, Diário

. “O teu rosto inclinado pelo vento;
   a feroz brancura dos teus dentes;
   as mãos, de certo modo irresponsáveis,
   e contudo sombrias, e contudo transparentes;

   O triunfo cruel das tuas pernas,
   colunas em repouso se anoitece:
   o peito raso, claro, feito de água;
   a boca sossegada onde apetece

   navegar ou cantar, ou simplesmente ser
   a cor dum fruto, o peso duma flor;
   as palavras mordendo a solidão,
   atravessadas de alegria e de terror;

   são a grande razão, a única razão.” Eugénio de Andrade, As Palavras Interditas

 

 

Bom fim de semana a todas!

Beijinhos

Marta

Autor: Marta

"Escrevo para pensar melhor."

2 thoughts on “Os amantes e as palavras

  1. Fogo! Os teus ângulos são sempre excelentes mas este foi sublime. E assim de repente deste logo uma ideia para a dinamização da nova Ler Devagar da Pensão Amor: convidar pessoas para falar dos livros marcantes da sua “formação” amorosa e erótica. Não é lindo? Como tu dizes: quando tudo está tão saturado de imagens, que suave, que amoroso é regressar às palavras. beijos e continuação de bom fds

  2. Sabes Marta,o ano de 92 é para mim um dos mais memoráveis.Foi o meu último ano na António Arroio,a escola que mudou a minha vida e foi também o ano Duras !!! Foi nesse ano que li mais livros dela e houve um em particular que nunca mais vou esquecer: “Dez horas e meia numa noite de Verão”,não por ser o meu preferido,ainda tenho que pensar qual é,mas porque o li em voz alta à Marisa,nas aulas de Tapeçaria,enquanto ela tecia o seu “Cavaleiro Azul “. Queres algo mais artístico que isto ???

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s