Senhoras da nossa idade

Um blogue quadrangulado entre Lisboa, Coimbra, Porto e S. Paulo

Nem que eu leve a América até ti

2 comentários

Queridas Senhoras,

Ontem apanhei um bocadinho de uma entrevista ao Miguel Esteves Cardoso na RTP Memória (sim, amigas, já sou TV-incluída outra vez). Entre muitas outras coisas, dizia o MEC que dois dos traços distintivos mais bonitos dos portugueses  são a capacidade de se apaixonarem loucamente, de se entregarem de corpo e alma às relações, de se negligenciarem a favor da “cousa amada”; e a lamechice, a vulnerabilidade, a facilidade com que se permitem emocionar-se.

Hoje apanhei esta canção, por acaso, no youtube, enquanto estava a ouvir o António Zambujo (fica para outro post) e, pimba! Está cá tudo. A paixão, a dedicação, a entrega. E eu contribuí logo, logo, tão portuguesinha que sou, com a lamechice, a vulnerabilidade, a emoção.

Quem me canta assim é como se me pegasse ao colo pela alma e me embalasse.

Espero que gostem. Bom fim-de-semana!

Beijinhos

Marta

Autor: Marta

"Escrevo para pensar melhor."

2 thoughts on “Nem que eu leve a América até ti

  1. Pingback: Amor público « Senhoras da nossa idade

  2. Pingback: Invictus « Senhoras da nossa idade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s